Textos e fotos Renata Rutes

Quem quiser encontrar o Papai Noel que mora na Praça Tamandaré, decorada com um pinheiro que solta neve artificial e a casa do ‘bom velhinho’, terá oportunidade de conversar com ele todos os dias, das 18h às 22h. Ele tem 32 anos e descolore a barba para virar o ‘bom velhinho’. Everson Claudemir de Oliveira mora em Balneário Camboriú há 15 anos. É supervisor de uma empresa e esta é sua primeira experiência nessa personagem. Este Noel usa aparelho nos dentes – algo que chama a atenção e causa até mesmo identificação por parte das crianças. Everson conta que sempre participou de ações sociais no Natal e conta que desde criança via em filmes a importância e o simbolismo da data.

Publicidade

“Eu esperava o ano todo e agora posso atender as crianças como Noel. Tento conversar com elas, dar atenção, não é algo rápido, não é só bater a foto. Tento mostrar que a magia do Natal existe. Há crianças que já vieram seis, sete vezes. Há momentos que formam fila, aos fins de semana recebemos cerca de 600 crianças a cada dia. O carinho que venho recebendo tem sido incrível, tanto dos pais quanto das crianças”, diz.

O Noel da praça diz que o público que o visita é mais carente e por isso às vezes percebe que o presente solicitado não é possível por conta da renda dos pais, e tenta ajudá-los nisso, sugerindo que a criança mude de ideia.

“Também incentivo as crianças a doarem brinquedos usados, falo com elas sobre as notas da escola, da importância de estudar”, comenta.

No Balneário Shopping o principal pedido para o Noel é o celular iPhone 11, mas segundo Everson na Tamandaré os pedidos vão desde carrinhos Transformers a Lego, bonecas Lol, bicicleta, material escolar, livro de pintar e até pedidos mais diferentes, como não pegar exame na escola, a paz mundial ‘para sempre’ e agradecimento ao Noel por entregar presentes no mundo todo.

“Vem também crianças que falam espanhol, tento conversar com elas, sei algumas frases. Muitas crianças trazem cartinhas, outras fazem na hora, temos o nosso mural onde elas podem deixar registradas. Elas assinam, colocam até telefone”, explica.

Everson está se reunindo com amigos e pede a ajuda da comunidade para uma ação de Natal que fará no Bairro Rio do Meio, em Camboriú. Ele está preparando cestas com doces e brinquedos que serão doados para as crianças do local. Quem se interessar em ajudá-lo pode procurá-lo pelo WhatsApp: 98423-9854.